10 curiosidades sobre a vida e carreira de Ramón Valdés - Seu Madruga


Os fãs do seriado "Chaves" acompanharam de perto as notícias sobre Roberto Bolaños, o criador do programa e intérprete do menino mais atrapalhado do mundo.
Mas será que o público conhece a carreira do ator Ramón Valdés?
O humorista que atuou como Seu Madruga (Don Ramón, na versão original), faleceu em 1988. Recentemente o jornal mexicano "El Intransigente" publicou dez curiosidades sobre o autor.



Talento de família

Ramón Valdés pertencia a uma das famílias mais importantes do México quando se falava em arte: Os Valdés. O irmão do ator, Germán, ficou muito conhecido durante a época de ouro do cinema como "Tin-Tan". Manuel "El Loco" e Antônio "The Mouse" seguiram o mesmo exemplo.

Carreira no cinema

Apesar do trabalho na televisão, Ramón atuou em mais de 50 filmes durante sua carreira, que iniciou nos anos 40. Algumas das produções foram: "Las loucuras de Tin-Tan"(1952) e "Las mil y una noches" (1958).



Vida Pessoal

Embora tenha sido retratado como feio em "Chaves", Ramón era um verdadeiro galã no México. Depois do cigarro, seu maior vício eram as mulheres, disse em uma entrevista. O ator foi casado três vezes e teve dez filhos.

Frases famosas

Ramón tinha a liberdade de criar frases novas para o "Chaves". "Só não te dou uma, porque..." e "Com sua permissão, Madruga vai tomar um cafezinho", foram criações do ator.



Sem produção

Ramón Vadés não tinha figurino especial para o seriado. Ele chegava aos estúdios vestindo uma camisa e calça jeans surradas, colocava seu chapéu azul e começava a gravar. Ele também não precisava de maquiagem.

Proíbido

Emilio Ascárraga, presidente da Televisa na época, proibiu que seus funcionários fumassem nas dependências do canal. Caso desobedecessem, seriam demitidos. No entanto, por sua amizade por Ramón, este foi o único que podia acender um cigarro no estúdio.



Brigas

Florinda Meza teria sido o motivo da saída de Ramón Valdés dos programas. O fato aconteceu em 1979. Na época a atriz era parceira do marido nas produções, e isso causou problemas. Carlos Villagrán (Kiko), também deixou o elenco pela mesma razão. Em 1981, Ram´n voltou a interpretar o Seu Madruga.



Fim da carreira

O último trabalho de Ramón Valdés foi uma propaganda em 1987, em Lima, no Peru. Maria Antonieta de Las Neves (Chiquinha) encontrou com o seu ex-colega na cidade e disse que não imaginava que, logo depois, o ator morreria. Semanas antes do fato, o artista gravou cenas com Carlos Villagrán.

Morte

No dia 09 de agosto de 1988, Ramón faleceu de câncer. À princípio, o tumor foi encontrado no estômago.Rapidamente, a doença apareceu na medula espinhal e se espalhou pelo corpo. Mesmo internado, ele continuava a fumar cigarros.



Amizade

Durante o funeral de Ramón Valdés, Angelines Fernández, a Bruxa do 71, não saiu do lado do caixão. Ela estava inconformada e chorava muito. De acordo com a filha de Angelines, Paloma Fernández, a mãe passou a fumar mais e ganhou peso. Em abril de 1994, Angelines faleceu de câncer no pulmão.

Por Rende Così
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...