Ioga como prática de perder peso




A ioga ou yoga é um termo sânscrito que se refere às tradicionais disciplinas físicas e mentais, de origem indiana e também se constitui na prática meditativa concernente ao budismo e hinduísmo e inúmeros textos sagrados do hinduísmo como, por exemplo, o “Vedas” (livro sagrado considerado o mais antigo do mundo) discutem aspectos fundamentais da ioga e suas utilidades mais comuns em benefício da saúde física e mental de quem a pratica.


A ioga também não possui somente vínculo com a prática da meditação, mas é em muitos lugares, como no Brasil, uma forma de exercício que tem ganhado aceitação entre muitas pessoas, que alegam em ser uma prática benéfica e terapêutica.
A prática da ioga ganhou adeptos em termos de emagrecimento, pois os métodos clássicos de fazer caminhada, corrida ou natação já não eram satisfatoriamente em termos de fazer emagrecer e a ioga ocupa espaço primordial na vida de muitas pessoas. Pois essa manifestação filosófica indiana não se sujeitou ao crivo de médicos e cientistas como objeto de estudo, sendo que sua prática é altamente defendida por professores e praticantes, pois alegam que a atividade da ioga estimula o metabolismo e regulariza a produção de hormônios.




A postura conhecida como “asanas” tem como princípio uma forma de massagear a tireóide e quando esta glândula é estimulada provoca o emagrecimento. O emagrecimento ocorre para os praticantes de ioga, pois esta prática tende a equilibrar o funcionamento do organismo, sobretudo o equilíbrio hormonal e estimula o metabolismo, criando uma atmosfera de prazer mental, que ajuda favoravelmente a manter o peso ideal.
O fator que responde as indagações dos céticos da prática da ioga está contido no equilíbrio emocional dos praticantes e com essa prática é possível inibir os índices de ansiedade, pois uma vez controlada a ansiedade é possível auxiliar o emagrecimento, pois a ansiedade é a causa principal de uma pessoa desenvolver desequilíbrio alimentar, pois o hábito de consumir em demasia alimentos é o índice alarmante da ansiedade.




Uma vez que a pessoa consegue controlar a ansiedade e o autocontrole é mais fácil se adaptar a hábitos alimentares mais saudáveis. As pessoas vivem sob a era da praticidade e tendem a consumir fast food e outros alimentos conservados, que aumentam a taxa de gordura e desordenam o metabolismo favorecendo o ganho de peso.
Com a prática da ioga é desenvolvido uma profunda relação com o corpo, que tende a controlar os ataques de ansiedade e proporciona uma alimentação mais equilibrada, sendo que após uma aula de ioga, o adepto a esta prática milenar sente melhor, pois a alma se encontra leve, desapegada aos problemas emocionais comuns ao ser humano, é percebida mais energia, pois a mente está limpa e há uma conexão com o eu interior e a ioga proporciona no espírito humano a aceitação, execrando qualquer tipo de vergonha ou culpa.
Muitas pessoas se sujeitam a disciplinas alimentares e implementam hábitos alimentares e acabam sendo vítimas de castigos denominadas de dietas até extravagantes e na ioga é desenvolvida uma disciplina amena que culmina a induzir o praticante a um caminho de realizar as coisas com o propósito de melhorara vida. Quando é praticada de forma regular, os hábitos desnecessários e escolhas erradas tornam-se omissos do comportamento habitual das pessoas e estas passam a viver conscientemente, ordenando os hábitos alimentares e controlando distúrbios emocionais oriundos da agitada vida cotidiana.
Os distúrbios alimentares causam diversos problemas de saúde, pois se o índice de gordura é superior a 30% para as mulheres e 25% para os homens, aumentam paulatinamente as chances de desencadear diabetes e cânceres de cólon, sendo o maior índice de doenças cardíacas.



As praticas da ioga visa ao praticante sentir-se melhor consigo mesmo, fator relevante para aqueles que tentam perder a todo custo, algumas se submetem ao uso desenfreado de remédios que garantem o emagrecimento súbito.
Contudo, a ioga não é necessariamente uma terapia que garante integralmente a perda de peso, mas se constitui em princípios filosóficos práticos que ordena o espírito e o corpo ao equilíbrio pleno do ser, desenvolvendo o equilíbrio mental e espiritual, ao qual tende a regulamentar o metabolismo e acelera a perda de peso e reduz a probabilidade de problemas de saúde. Para muitos especialistas, a autodisciplina e o estar bem consigo próprio constituem as bases para a saúde plena e eficaz.
Por Guilherme Paixão Campelo




Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...