O que é um juízo?


O juízo é um conceito da lógica, sobretudo a lógica formal ou aristotélica. Este conceito filosófico consiste no ato central do conhecimento humano. O juízo se distingue do conceito e do raciocínio, pois o juízo é o conhecimento pleno, porque relaciona os conteúdos com o ser e é uma expressão da existência dos conteúdos.
Etimologicamente, o termo juízo provém do latim - iudicium, do verbo iudicare, que significa julgar. O juízo é um processo de julgamento mental, que julga as sentenças mentais dentro do intelecto humano. Assim, quando há um julgamento mental, podemos aduzir que há uma sentença.
Em outras palavras, o juízo pode ser definido como o ato mental pelo qual afirmamos ou negamos o ser das coisas.


É negar ou afirmar o real, o ideal e o imaginário.
Todo juízo tem uma função existencial enquanto relaciona a essência com o ser, ou seja, que a partir do momento que julgamos os objetos, expressamos que eles se reduzem ao ser. No conceito geral das coisas, captamos simplesmente uma essência; no juízo referimos ao ser, porque o juízo é a redução do ente ao ser.

Por Guilherme Paixão Campelo
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...