Como envelhecer nos dias de hoje




Os seres humanos estão preparados para superar desafios comuns que afetam à vida, problemas diminutos que pairam sobre o cotidiano e há sempre alguma forma de reverter os entraves que assolam a vida. Mas as pessoas não estão preparadas para enfrentar o envelhecimento, sendo que este fator é inevitável na existência humana.

No processo da vida, há fases que mudam o comportamento e o pensamento das pessoas, sendo que na adolescência as nossas atitudes tendem a pensar em aventuras, pois o mundo não possui limites e nada é impossível para o espírito vigoroso e robusto da jovialidade.


Aqueles que atingem a idade adulta, ainda predominam ferozmente a disposição e o vigor para encarar nossos desafios, mas o mundo já apresenta alguns limites mínimos, contudo, a idade possibilita aventuras gigantescas, é o momento da realização profissional, de determinar e dar forma a vida, realizar todas as emoções no auge da saúde plena.

A velhice com o tempo vai ganhando presença e peso sobre a vida e torna-se a poeira que encobre as vicissitudes da idade promíscua para a realização dos desejos e muitos quer fazer um retrocesso no tempo para realizar aquilo que não teve coragem de fazer, mas a crueldade do tempo torna-se monstruosa e o corpo entra na fase de declínio e a saúde torna-se frágil, problemas cruciais afetam os hábitos cotidianos, a audição e a visão turva é um dos sintomas propícios da velhice.

Há uma passagem bíblica que diz que a vida pode durar até setenta anos, os mais fortes talvez cheguem a oitenta, a maior parte é sofrimento e ilusão, os dias passam e como se não passassem. Na velhice, os dias tendem a ser vagarosos, sem a correria daqueles que levam uma vida agitada, desfrutando dos vigores da idade promíscua e revigorada.
Chegar à terceira idade é um desafio, que reduz a sofrimento e abandono, as pessoas estão preparadas para viver em grupo e muitas não aceitam ficar reclusas do que mais gostam de fazer: estar com amigos, conversar, passear e viver intensamente os prazeres que a vida proporciona.
Não se sabe ao certo a idade que inicia a terceira idade, mas aos 45 anos em diante, o indivíduo está sujeito a alterações físicas e também fisiológicas. A menopausa para as mulheres finda um ciclo importante na vida, que é o ciclo reprodutivo e decorrente do declínio biológico as mudanças vão sendo percebidas, assomando-se doenças que resultam em limitações.
O envelhecimento resulta em problemas psicológicos e afeta o bem estar do indivíduo, possui um impacto negativo sobre quem envelhece, onde fatores cruciais a existência tornam-se cada vez mais penosos, afetando a auto-estima e o senso de controle. Algumas pessoas que atingem a terceira idade se declaram menos confiante e temem o futuro e levam o passado na bagagem das memórias e por fim acabam desenvolvendo comportamentos disfuncionais quanto às crenças sobre a vida e com isso podem desencadear distúrbios que afetam a saúde mental.
Pesquisas revelam que os idosos temem a dependência e perdem a dignidade por motivos banais, sendo a solidão a principal companhia, mas os idosos estão mais voltados para a morte do que animar-se com a vida e buscar mais inserção no meio social. É o próprio idoso que se exclui, por manter pensamentos que denigrem sua condição social.
Na vã cultura brasileira, costuma-se acreditar que o seio familiar é o espaço ideal para o idoso, sendo que na Política Nacional do Idoso preconiza a prioridade de que a família se dedique ao idoso ao invés de mandá-lo para o asilo. Mas temos que lembrar que nenhuma família é igual à outra, algumas presta carinhos em demasia, enquanto outras só promovem humilhações e maus tratos de toda espécie ao idoso.
A maior parte da violência contra os idosos não é oriunda dos asilos, mas sim no seio familiar, sobretudo os filhos, que na maioria das vezes não possuem paciência e carinho. Alguns idosos preferem estar enfurnados nos solitários e frios asilos do que sofrer maus tratos das pessoas que lhe são importantes.
Existem inúmeras reflexões sobre a velhice e estudos que tendem a entender plausivamente e satisfatoriamente este processo biológico que afeta a vida de qualquer ser humano. Todo mundo está preparado para viver emoções e prazeres na vida, embora os sofrimentos que se assoma em boa parte da vida, mas as pessoas não estão preparadas psicologicamente para a velhice.
Na sociedade atual há meios que tentam inibir este processo, remédios ou até mesmo procedimentos que visam retardar a velhice, sendo uma luz difusa no túnel da nossa caminhada, pois o processo da velhice é algo natural e está incólume do desejo insaciável do manter-se sempre jovem e o homem tenta constantemente descobrir a todo custo à verdadeira fonte da juventude.

Por Guilherme Paixão Campelo

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...