Como estudar latim sozinho


O latim é uma língua que surgiu na região do Lácio, onde hoje atualmente está edificada a cidade de Roma. O termo latim teve sua origem nessa região - lacium , latium. Nos primórdios a língua era muito rude e sem formação  gramatical adequada. Até hoje não se sabe ao certo de qual idioma o latim se originou, mas a hipótese mais aceita pelos historiadores é de que o latim surgiu das línguas Osco e Umbro, hoje extintas ou línguas mortas.


O grego teve muita importância para o latim se desenvolver e se tornar um idioma mais sofisticado e após ser inserido alguns termos gregos, o latim se tornou o idioma oficial do império romano e passou a ser a língua oficial da Igreja Católica.
Hoje em dia, o latim não é falado em nenhum país do mundo, exceto no Vaticano e outras regiões da Itália. No Vaticano é possível fazer saques e depósitos no caixa eletrônico com informações inda em latim, sendo o único lugar do mundo onde isso ainda é possível.
Alguns países da Europa, como por exemplo, a Inglaterra ainda utiliza a antiga língua dos romanos em algumas inscrições públicas, assim como em Roma, onde é possível ainda ler muitas inscrições latinas no centro histórico da capital mais antiga do mundo.

Como estudar latim sozinho

Atualmente não é muito comum encontrar alguma pessoa que saiba falar latim fluentemente, mas há algumas pessoas apaixonadas por este idioma. Para se aprender latim sozinho, você deve se dedicar muito para ter uma noção geral do idioma.


O latim é uma língua que apresenta muitas dificuldades e tropeços para quem se interessa em aprender, pois o latim é uma língua morta e por isso a gramática não sofre nenhuma reforma como as demais línguas do mundo.
Não há artigos definidos nem indefinidos no latim, por isso, as declinações são fundamentais no estudo da língua, pois sem as cinco declinações latinas e seus respectivos casos é pouco provável que o" barco saia da praia."
  1. Procure um bom livro com a gramática de latim;
  2. Comece estudando as 5 declinações da morfologia;
  3. Memorize os casos: nominativo, genitivo, dativo, acusativo, ablativo e vocativo;
  4. Escreva as frases que você está estudando e comece a fazer algumas traduções simples, mas para isso você deve possuir um dicionário de latim;
  5. Após completar o estudo das declinações, comece a ler pequenos textos em latim ou procure alguma pessoa que domine o idioma para lhe dar mais explicações;
  6. O latim não possui acentos, pois se você encontrar alguma palavra latina acentuada, não se preocupe, pois o acento dos livros de gramática é apenas uma forma de indicar ao estudante qual é a sílaba mais forte da palavra;
  7. Pesquise na internet alguns vídeos e blogs que tratem do assunto;
  8. Estude pelo menos uma hora por dia e sempre recapitule as unidades já estudadas;
Se dedique bastante, pois ser autodidata é encontrar muitos desafios e problemas pela frente e ao estudar latim não será diferente.

A importância de estudar latim

O latim deu origem a várias línguas, como: português, espanhol, italiano, romeno e francês, além de inúmeros dialetos.


Quem estuda latim aprende melhor a língua portuguesa e possui um nível cultural mais avançado, pois o latim explora um vasto mundo que para muitos ainda é desconhecido.
Enfim, comece a estudar aos poucos o latim, entendendo cada particularidade do idioma, quando você achar que está pronto para prosseguir, continue seus estudos sem se afobar ou passar por detalhes que podem fazer a diferença mais adiante. Com dedicação e esforço, você poderá aprender latim e ainda ensinar aos outros o que você aprendeu. Bons estudos!!!

Por Guilherme Paixão Campelo



Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...