O que é cosmologia? O que achavam os antigos sobre o universo?


Este termo parece ser novo para muitas pessoas, mas a Cosmologia é um ramo da Filosofia que estuda o mundo. Mas que mundo? é o estudo do universo em sua abrangência macrocósmica e o mundo em dimensão microcósmica. A Cosmologia passou a ser uma ciência autônoma no século XVIII com Cristian Wolff, em 1731. Foi Wolff que compôs o termo Cosmologia - do grego, Cosmos, que é a ciência do mundo ou universo em geral, enquanto é ente e este é composto e mutável.
 Foram muitos os pensadores ao longo da história que tentaram explicar o universo.


Filolau de Crotona - século V a.C

O filósofo Filolau de Crotona dizia que o centro do universo era o fogo. Segundo ele, o fogo ocupa o centro por ser mais digno que a terra. A anti-terra é invísivel para o homem e é a causa dos eclipses lunares. Mas a anti-terra foi colacada para completar o número 10, que é o número da perfeição para os pitagóricos.
Na antiguidade, os planetas conhecidos eram: Júpiter, Saturno, Marte, Mercúrio e Vênus. A terra não era conhecida como um planeta no tempo de Filolau de Crotona. 
Mas Filolau de Crotona foi o primeiro pensador grego que supostamente indicou a existência de 5 planetas.
No modelo de universo de Filolau de Crotona podemos destacar que o centro do universo é o Fogo Central, que é o altar de Zeus.



 A visão de Mundo para Aristóteles

Para Aristóteles o mundo seria composto por 5 essências: mundo supralunar - composto de éter; mundo sublunar, espaço, tempo e infinito.

Aristarco de Samos

Este pensador da antiguidade propôs os princípios do Helicentrismo - o sol no centro do universo. Foi ele quem propôs que o universo está centrado no sol e afirmava que o universo é infinito.
Enquanto que Ptolomeu, no ´seculo II d.C afirmou que a terra é o centro do Universo.


Nicolau Copérnico - 1473 - 1543

Copérnico foi sacerdote, astrônomo e matemático. Ele coloca o sol no centro do universo e não queria que sua ideia se difundisse pelo mundo.
Volta a idéia dos pitagóricos, pois recebeu influência geométrica, pois os mesmos difundiam a ideia do fogo central, na tentativa de uma harmonia no movimento das órbitas.

Visão de Mundo de Thomas Digges - 1543 - 1595

Digges nasceu na Inglaterra e estudou matemática e astronomia. Para ele a teoria heliocêntrica de Copérnico estava absolutamente certa, mas ele preferiu remover a borda externa do modelo e dispensar a existência das estrelas.



Giordano Bruno

Este pensador era monge Domenicano e morreu queimado em Roma no ano de 1600, por negar a Santíssima Trindade, a transubstanciação e foi excomungado da comunhão dos luteranos por suas ideias malucas e adversas.
Giordano Bruno afirmava que o universo era infinito e nos sistemas planetários existia a vida inteligente. Tudo era móvel, inclusive o universo e chegou a a afirmar que os planetas eram animais.


Issac Newton

Nasceu na Inglaterra em 1643. Isaac Newton foi matemático, óptico, físico e astrônomo.
Newton acreditava que o universo era criado por Deus e seu trabalho mais importante foi em mecânica celeste, que culminou com a gravitação universal.
em 1666, Newton descobriu a lei da força centrípeta sobre um corpo em órbita circular.


Essa seria a visão dos antigos sobre o universo ou o mundo em si. Na antiguidade o universo possua vários pontos de vista, nos quais as ideias de alguns pensadores não conciliavam uma com as outras e isso acabava gerando uma incerteza no âmago da indagação cosmológica. O saber que tinham sobre o universo era considerado particular e não universal, como na modernidade.´
Atualmente o universo teve origem na hipótese do big bang ou grande explosão. É  teoria mais aceita até o momento. Essa explosão se deu entre 13,7 bilhões de anos. Com essa explosão formou-se as galáxias, as estrelas e os corpos planetários.
O sol se formou mais tarde, com a idade de 8 bilhões de anos. Contudo o sol está na fase de esfriamento, pois o seu fim será como de uma "anã negra" ou estrela apagada como corpo rochoso e será o fim do sistema solar, assim como a vida no planeta terra.

Por Guilherme Paixão Campelo


Guilherme Paixão Campelo é filósofo e escritor. Escreve artigos para diversos sites e blogs na internet, além de escrever sobre vários assuntos. Possui três livros publicados: Tratado sobre a Existência de Deus - Segundo a evolução do Espírito; Reflexões para uma Nova Filosofia - Do Pensamento a evolução do Espírito e  Complexo de Gramática Latina.




Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...