Existe o purgatório?


Quem nunca foi à missa e ouviu a igreja pedindo a Deus pelas almas do purgatório. Esta é uma questão que deixa muitos cristãos em dúvida: se existe ou nao o purgatório.
O termo purgatório é originário do latim - purgare, que significa, limpar. As almas que vão para o purgatório após a vida terrena são submetidas a um sofrimento de menor grau a fim de se purificarem. As almas enviadas para o purgatório são de pessoas que morreram na graça de Deus, ou seja, que cometeram pecados veniais.


Até hoje a teologia cristã não sabe ao certo qual a posição do purgatório, se está nas profundezas, como o inferno ou acima do mundo dos vivos. Esta é uma dúvida que permeia as indagações filosoficas e, sobretudo, teológica.
Nos primórdios da Idade Média, o purgatório era conhecido como o" pequeno inferninho", sendo que o purgatório era apenas uma prévia do sofrimento que a alma destinada ao inferno iria sofrer.
A crença do purgatório é tanto antiga quanto a humanidade, pois antes mesmo da fundação da Igreja de Roma, as pessoas acreditavam na existência do purgatório. Mas, na antiguidade, este termo não era empregado como conhecemos hoje. Mas as pessoas entendiam que o purgatório era um lugar reservado para aquelas almas que cometeram pequenos delitos em vida, ao invés de serem enviadas para o Hades, que era o inferno.


O Hades, na concepção grega, estava localizado no lado escuro da terra, ou seja, os antigos não possuíam vasto conhecimento geográfico sobre a terra. Onde hoje está a América ou também o Novo Mundo, era para os gregos a localização do Hades.
Algumas teorias afirmam que no purgatório o sofrimento da alma é milhões de vezes mais brando do que no inferno, sendo que o fogo do purgatório possui sete graus acima do fogo normal.


Estudos mais recentes chegaram a conclusão de que o purgatório é dividido em três partes. A primeira parte é onde a alma está destinada ao sofrimento maior, ao qual há um espaço todo na penumbra e a alma vivencia os tormentos da angústia e sofrimento supremo. Esta primeira fase no purgatório é muito semelhante ao vale dos suicidas.


A segunda fase no purgatório é mais brando o sofrimento e há mais luz do que a na primeira fase. É onde a alma entra em contato com a Virgem Maria e os Santos.
Na terceira e última fase, a alma já está liberta de quase todos os seus sofrimentos e então há  encontro com Jesus Cristo. É a etapa final do sofrimento no purgatório e a alma está preparada para ir para o céu, segundo a crença cristã.

Por Guilherme Paixão Campelo


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...